Eleições 2018 no exterior - tudo o que você precisa saber

Eleições 2018 no exterior – tudo o que você precisa saber

Compartilhar

As Eleições 2018 no Brasil estão sendo consideradas como das mais importantes eleições da história brasileira. E talvez a mais importante desde 1989, quando Fernando Collor de Mello (PRN, atual PTC), Luís Inácio Lula da Silva (PT), Leonel Brizola (PDT), Mário Covas (PSDB) e Paulo Salim Maluf (PDS) disputaram o cargo.

Eleições 2018

 

Com mais de 1 milhão de brasileiros vivendo nos Estados Unidos, o número de eleitores no exterior representa uma enorme fatia dos votos válidos das eleições 2018, em outubro.

Independente da posição política, entendemos a importância de exercer o direito de voto. Afinal, o voto dita o rumo e a as posições tomadas pelo Estado Brasileiro perante a história.

Se você mora no exterior, saiba aqui que ações tomar:

Vai viajar no exterior na data das eleições?

via GIPHY

Você já mora no exterior?

via GIPHY

Veja aqui as principais datas das Eleições 2018

Este calendário também encontra-se disponível no site do Consulado-Geral do Brasil em Nova York. Mais informações oficiais no site do TRE.

9 de maio – Último dia para alistamento (inclusive para aqueles que completam 16 anos até a data do pleito).

7 de julho – Início de condutas vedadas aos agentes públicos (Res. – TSE no. 23.551/2017, art 77 a 80);

17 de julho a 23 de agosto – Período de habilitação do eleitor para voto em trânsito. Apenas para eleitores que estarão no Brasil, não se aplica aos que estiverem no Exterior, mesmo que fora do seu domicílio eleitoral;

31 de agosto a 4 de outubro – Período da propaganda eleitoral gratuita em rádio e TV;

3 de setembro – Eleitores em trânsito poderão consultar serviços locais de votação (apenas no Brasil – NÃO DISPONÍVEL PARA QUEM ESTIVER NO EXTERIOR);

7 de setembro – Disponibilização de consulta aos locais de votação contemplando as solicitações de transferência temporária para todos os eleitores, inclusive do Exterior;

22 de setembro a 7 de outubro – Período em que nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito;

27 de setembro – Último dia para o eleitor requerer a 2a. via do título eleitoral dentro do seu domicílio eleitoral, no caso dos eleitores do exterior só se emitirá 2a. via aos interessados que comparecem pessoalmente ao atendimento no Cartório Eleitoral do Exterior com sede em Brasília-DF, pedidos de 2a. via não poderão ser remetidos pelas malas diplomáticas em face de que não mais se enviam títulos impressos para o exterior. Divulgação pelo TSE dos documentos necessários para o eleitor votar;

2 a 9 de outubro – (após às 17:00): Período em que nenhum eleitor poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito, por sentença por crime inafiançável ou desrespeito a salvo-conduto;

4 de outubro – Último dia para debates, comícios, reuniões públicas ou promoção de comícios. Data em que o juízo eleitoral ou o presidente da mesa receptora poderá expedir salvo-conduto em favor do eleitor que sofrer violência moral ou física na sua liberdade de votar;

7 de outubro – Votação do 1o. turno das Eleições 2018.

Fica proibido ao eleitor portar aparelho celular, máquina fotográfica, filmadora e afins enquanto estiver votando. Permitida a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido, coligação ou candidato. Vedada a aglomeração de pessoas, até o término da votação, portando vestuário padronizado, bandeiras, broches, dísticas e adesivos;

8 a 26 de outubro – Retorno da permissão da Propaganda Eleitoral;

28 de outubro – Votação do 2o. turno das Eleições 2018;

5 de novembro – Reabertura do Cadastro Eleitoral para alistamento e transferências de título, por meio do Sistema Título Net Exterior exclusivamente;

Não se aceitarão formulários manualmente preenchidos a partir da reabertura do cadastro eleitoral, todos os pedidos deverão ser protocolados e encaminhados por meio do referido sistema.

6 de dezembro – Último dia para o eleitor justificar sua ausência ao 1o. turno, por meio do Sistema Justifica  para os eleitores do DF e do exterior;

Eleitores com inscrição domiciliada no Brasil deverão obter informações diretamente junto às páginas dos respectivos TREs na internet ou encaminhar os formulários de justificativa diretamente aos seus Cartórios de Origem. As Repartições Consulares e Missões Diplomáticas não deverão receber formulários de justificativa impressos.

27 de dezembro – Último dia para o eleitor justificar sua ausência ao 2o. turno, por meio do Sistema Justifica  para os eleitores do DF e do exterior;

Vote consciente! Pesquise sobre sua candidata ou seu candidato. Sempre verifique as fontes.

Uma boa eleição a todos.

Equipe Despachante 55

Veja também