Aprender inglês nos Estados Unidos: saiba 3 formas! · Despachante 55

Aprender inglês nos Estados Unidos: saiba 3 formas!

Compartilhar

Muitos brasileiros que moram nos Estados Unidos não falam o idioma do país. Porém, saber falar inglês pode ser um diferencial na hora de disputar uma vaga de emprego, por exemplo. Além disso, saber o básico da língua pode ser importante para resolver assuntos do cotidiano sem precisar da ajuda de ninguém, concorda? Por esses e outros motivos, muitos brasileiros estão interessados em aprender inglês.

Aprender inglês

Sabemos que para cada tipo de pessoa há um método diferente que irá ajudar no aprendizado de uma nova língua. Alguns aprendem bem sozinhos, outros precisam de auxílio profissional, algumas pessoas aprendem mais rápido em grupo e outros na prática. Pensando nisso, preparamos um resumo com algumas formas de aprender inglês que tem ajudado muitos brasileiros que moram nos Estados Unidos.

1) Aplicativos para aprender inglês

Atualmente, existem diversos aplicativos para aprender inglês sem sair de casa. Em alguns casos é possível utilizar uma versão gratuita, assim você pode ver se aquele método funciona para você ou não sem gastar dinheiro. O legal é que é possível aprender inglês onde você estiver usando apenas seu celular.

Uma plataforma de ensino de inglês que tem conquistado muitos brasileiros é o Duolingo. Esse aplicativo funciona como um jogo, lá o usuário vai acumulando pontos enquanto aprende inglês. Todos os exercícios ajudam na hora de praticar a fala e a leitura em inglês, por exemplo. 

O Duolingo é um dos aplicativos em que você pode usar a versão gratuita por quanto tempo quiser. Já no Babbel é possível fazer um teste grátis da primeira lição de cada módulo e depois efetuar o pagamento se quiser desbloquear as outras lições.

Além dos dois aplicativos citados, existem vários outros onde é possível aprender inglês em qualquer lugar, gastando pouco tempo e dinheiro. É claro que tudo depende do que funciona melhor para você, mas essa pode a opção mais viável.

2) Cursos on-line para aprender inglês sem sair de casa

Algumas pessoas simplesmente não gostam ou não se adaptam aos aplicativos para aprender inglês. Por isso, os cursos a distância podem ser um aliado quando a ideia é economizar tempo e dinheiro.

Um exemplo é o Inglês Fácil, onde são ofertados cursos completos à distância. Os cursos são compostos por apostilas, videoaulas e exercícios para aprender a teoria e aplicar na prática. Também são postadas videoaulas gratuitas no Facebook da empresa, assim você pode ver se gosta antes de colocar a mão no bolso.

Também existem empresas como a Wise Up, onde é possível aderir a um plano anual para acessar a plataforma. E, dentro dessa plataforma, é possível acessar exercícios, assistir às aulas e entrar em contato com o professores.

Além do método de ensino, a diferença principal entre os aplicativos para aprender inglês e os cursos a distância é a certificação. Quando aprendemos inglês em um aplicativo, não há um certificado de conclusão de curso e isso pode ser um problema para algumas pessoas.

3) Aula particular ou cursos presenciais

Na hora de aprender inglês, algumas pessoas preferem contar com alternativas mais tradicionais. As aulas particulares e os cursos presenciais podem ser a solução mais adequada para essas pessoas.

Assim, quem deseja uma atenção individual pode buscar professores e professoras de inglês que ofereçam aulas particulares. Enquanto quem gosta de métodos de aprendizado em grupo deve procurar os cursos presenciais.

No tópico acima, citamos o Inglês Fácil como alternativa para cursos on-line. Mas, alem disso, a empresa também oferece cursos presenciais e aulas particulares no Alabama. É possível encontrar pessoas que oferecem esse tipo de serviço perto de você. Tente procurar em grupos da comunidade brasileira na sua região no Facebook, por exemplo.

Qual opção escolher?

Se você chegou até aqui e ainda não sabe qual método é melhor para você, nossa sugestão é: aproveite os testes grátis. Com as aulas experimentais, os testes e versões gratuitas é possível experimentar antes de pagar. Isso com certeza vai te ajudar a decidir.

Também pense nos fatores tempo e dinheiro. Quanto você pretende gastar para aprender inglês? Quanto tempo você tem para dedicar a esse objetivo? Enfim, qual método é mais viável para seu estilo de vida atual? Buscar a resposta para essas perguntas é fundamental na hora de decidir qual é a forma ideal para você.

Quer receber mais dicas como essas? Clique em assinar agora no topo da página e receba por e-mail conteúdos feitos especialmente para a comunidade brasileira nos Estados Unidos.

Você também pode ver mais posts como esse no Blog Despachante 55.

Veja também