Segunda via da certidão de nascimento nos EUA: saiba onde solicitar

Segunda via da certidão de nascimento nos EUA: saiba onde solicitar

Compartilhar

A segunda via da certidão de nascimento é um documento muito importante para comprovar a nacionalidade brasileira e, por isso, pode ser exigida pelo Consulado em várias situações. Quando a primeira via do documento está rasgada, manchada ou – por qualquer motivo – com as informações ilegíveis é preciso solicitar uma segunda via imediatamente. 

Isso acontece porque, apesar de não ter uma data de expiração, a certidão de nascimento perde a validade quando está ilegível. Isso é muito comum já que a certidão de nascimento é o nosso primeiro documento oficial, certo? Se esse é o seu caso ou se você perdeu seu documento, o meu conselho é: providencie a segunda via antes que isso se torne uma dor de cabeça.

Pensando nisso, vamos mostrar onde você pode solicitar a segunda via da sua certidão de nascimento. Mas antes, veja algumas situações em que a certidão válida pode ser exigida:

Onde solicitar a segunda via da certidão de nascimento

Atualmente existem quatro formas de solicitar a segunda via da certidão de nascimento nos Estados Unidos. Então, vamos falar um pouco de cada uma abaixo.

No cartório brasileiro onde ela foi emitida

Por se tratar de um documento público, a segunda via da certidão de nascimento pode ser solicitada no cartório brasileiro onde foi emitida. Algum familiar ou amigo poderá fazer a solicitação e enviar o documento para você por correio. Porém, será necessário saber em qual cartório foi feito seu registro.

Nesse caso é muito importante verificar se a forma de envio é segura e se o prazo de entrega atenderá sua necessidade. Empresas como a DHL e a FEDEX fazem a entrega entre 3 e 5 dias úteis. Além disso, é possível acompanhar o envio em tempo real por meio do rastreamento on-line.

No Consulado brasileiro nos Estados Unidos

Se o registro de nascimento foi feito em um dos dez Consulados brasileiros nos Estados Unidos, é possível solicitar a segunda via do documento por correio. Mas isso só poderá ser feito se o documento não tiver sido transcrito em um cartório brasileiro. Se a certidão de nascimento consular foi transcrita em um cartório brasileiro, a segunda via deverá ser solicitada neste cartório. Também é importante lembrar que a segunda via da certidão de nascimento só poderá ser solicitada no Consulado brasileiro na qual foi emitida. 

Resumindo, para solicitar a segunda via de uma certidão em um Consulado brasileiro: a) o registro precisa ter sido feito nesse mesmo Consulado. b) não pode ter sido transcrito em um cartório brasileiro.

Se esse é o seu caso, verifique no Consulado que atende sua região os procedimentos necessários para solicitar a segunda via da certidão de nascimento. Se você não sabe qual Consulado atende sua região, clique aqui.

Em cartórios on-line

Alguns sites, como Registro Civil, Cartório 24 horas e alguns outros, é possível solicitar a segunda via da certidão de nascimento on-line. Para isso é necessário informar os dados exigidos por essas empresas. Os prazos, valores e procedimentos variam entre uma empresa e outra.

Mas, como se trata de um serviço on-line é sempre importante verificar se a empresa que está oferecendo o serviço é reconhecida no mercado. Para isso, uma boa dica é ver as avaliações dos clientes em sites como o Reclame Aqui, no Google e nas redes sociais da empresa.

No Despachante 55

Algumas pessoas querem solicitar a segunda via da certidão de nascimento, mas não têm tempo ou simplesmente não querem lidar com burocracia. Para essas pessoas, o ideal é contar com uma assessoria completa do Despachante 55.

Com poucas informações é possível requerer a segunda via da certidão de nascimento sem sair de casa. Tudo isso com segurança e praticidade.

Entre em contato com nossa equipe no nosso atendimento digital ou agende um horário para falar com um de nossos Consultores clicando AQUI

Se quiser saber sobre segunda via da certidão de casamento, clique no link a seguir: Segunda via da certidão de casamento nos EUA.

Veja também