Segunda via da certidão de nascimento nos EUA

Segunda via da certidão de nascimento nos EUA

Compartilhar

A certidão de nascimento é um documento muito importante para comprovar a nacionalidade brasileira e, por isso, pode ser exigida em várias situações. Quando a primeira via do documento é perdida, está rasgada, manchada ou – por qualquer motivo – com as informações ilegíveis é preciso solicitar uma segunda via imediatamente. 

Você pode estar se perguntando se realmente precisa de uma segunda via da certidão, já que quase não usa esse documento, mas veja algumas situações em que sua certidão válida vai ser exigida:

O que é necessário para solicitar a segunda via da certidão de nascimento?

Como solicitar?

A certidão de nascimento é um documento público e por isso pode ser solicitada por qualquer pessoa. Entretanto, cada órgão define como será essa solicitação. Vamos explicar agora como solicitar a emissão da segunda via, tanto no consulado, quanto no cartório. Veja abaixo:

No Consulado brasileiro nos Estados Unidos

Se o registro de nascimento foi feito em um dos dez Consulados brasileiros nos Estados Unidos, é possível solicitar a segunda via do documento por correio.

ATENÇÃO: isso só poderá ser feito no Consulado onde o registro foi feito e o documento não pode ter sido transcrito em um cartório brasileiro.

O processo para solicitar a segunda via do registro consular de nascimento é bem simples:

  1. Preencha o formulário de solicitação de segunda via disponível no site do Consulado;
  2. Compre uma money order no valor de US$ 5;
  3. Verifique no site do Consulado se há necessidade de passar pelo pré-atendimento na plataforma e-consular (exceto o Consulado de Atlanta que não tem e-consular);
  4. Envie para o Consulado uma cópia do seu documento brasileiro, uma cópia do registro consular original (se houver) a money order, o formulário, o comprovante do e-consular (se for o caso) e um envelope USPS Priority Mail Flat Rate autoendereçado e pré-pago;
  5. Aguarde até o Consulado localizar o seu registro, emitir a segunda via e enviar o documento para você por correio.

No cartório onde a certidão foi emitida

Por se tratar de um documento público, a segunda via da certidão de nascimento pode ser solicitada no cartório por um familiar, amigo ou conhecido. Então uma opção muito utilizada por brasileiros que moram nos Estados Unidos é pedir para alguém ir até o cartório, solicitar a certidão e enviá-la para os EUA por correio.

  1. Procure o contato e endereço do cartório;
  2. Verifique a necessidade de agendamento e o que deve ser apresentado para solicitar a segunda via;
  3. Peça para a pessoa que irá te ajudar ir até o cartório e solicitar a segunda via;
  4. Aguarde o prazo de emissão do cartório;
  5. Por fim, peça para a pessoa que está te ajudando para buscar a segunda via da certidão e enviá-la para seu endereço nos Estados Unidos (Nesse caso é muito importante verificar se a forma de envio é segura e se o prazo de entrega atenderá sua necessidade. Empresas como a DHL e a FEDEX fazem a entrega entre 3 e 5 dias úteis e disponibilizam rastreamento do envelope).

Apesar dessa ser uma opção muito utilizada, alguns brasileiros simplesmente não conhecem ninguém que mora na região do cartório onde foi feito o registro ou não querem incomodar seus amigos e familiares com problemas burocráticos como esse. Se esse é o seu caso, veja a terceira opção:

Em cartórios on-line

Alguns sites, como Registro Civil, Cartório 24 horas e alguns outros, é possível solicitar a segunda via da certidão de nascimento on-line. Para isso é necessário informar os dados exigidos por essas empresas. Os prazos, valores e procedimentos variam de acordo com o cartório e a empresa que prestará o serviço.

  1. Encontre uma empresa confiável e reconhecida pelo mercado (uma boa dica é ver as avaliações dos clientes em sites como o Reclame Aqui, no Google e nas redes sociais da empresa.);
  2. Informe os dados do registro e verifique as condições de entrega do documento (infelizmente, essas empresas não costumam fazer envios para fora do Brasil, então você ainda precisará de alguém para receber o documento e depois enviá-lo para você);
  3. Faça o pagamento do pedido;
  4. Aguarde a emissão do documento;
  5. Providencie o envio internacional junto com a pessoa que vai te ajudar.

Dica Bônus

Embora essa terceira opção seja mais simples, ainda envolve pedir uma ajuda para alguém, né? Mas ainda existe uma opção para quem realmente não quer envolver ninguém nem se preocupar com nada.

Pela assessoria Despachante 55, tudo que você precisa fazer é enviar uma foto do registro anterior (se houver) ou os dados que você tem desse registro e cuidamos do resto. Para saber mais sobre esse serviço, clique aqui e conheça a assessoria Despachante 55.

Veja também